25.4.18

Porosa


uma parede entre nós
cada vez mais fina
transparente
sólida

como o dia e a noite
entre o crepúsculo e o amanhecer

a névoa da noite passada
dissolvendo à chegada do Sol
rebento

orvalho deitando à Terra
umidade relativa do ar

21.4.18

para de novo acordar



a nível de rotina, todos nós, seres humanos, somos, do mais vilipendiado meliante ao mais alto sacerdote, seres cagantes e andantes, que precisam beber água, cevada, comer, trepar e dormir

quando Zumbi chegar


com tanta poluição, quem precisa de zumbi?

para Luiz Gonzaga da Silva e Jorge Ben

19.4.18

Al Ternativa


ridicularizar a má fé Al Lheia

para Ana Amélia Lemos

14.4.18

Saturno pirata



Sonhei que comia, mastigava uma nuvem nebulosa
e então algo se rompeu dentro da boca
Emaranhado

Cuspi, e reconheci ser um dente, achei fascinante e fiquei aterrorizado. Olhei para ele, virei o de ponta cabeça, estava em parte oco, parecendo uma caramujo do mar, madre pérola, mas também pedra salina, calcária. Passei a língua pela boca, tentando reconhecer o buraco. Olhei de novo para o dente, era um canino, claro. Então finalmente encontrei, o superior direito. Olhei no espelho, lá estava o sorriso banguela.

para Monkey D. Ruffy, que atravessou o território da Big Mom